O grupo gerador é utilizado quando ocorrem problemas no fornecimento de energia elétrica no sistema convencional. Porém, como qualquer outro maquinário, o gerador a diesel pode apresentar algum tipo de falha no momento da execução. Sendo assim, para ajudá-lo a reduzir esse risco, apresentaremos algumas razões comuns pelas quais o equipamento pode não iniciar como deveria. Confira a seguir:

Falha de bateria

Uma das razões mais comuns de um gerador não iniciar é devido a uma falha na bateria. Muitas vezes, isso pode ser causado por uma conexão fraca ou acúmulo de sulfatação (cristais de chumbo nas placas metálicas da bateria). Quando as moléculas de sulfato no eletrólito (ácido da bateria) ficam completamente descarregadas, elas provocam um acúmulo de cobre na placa, o que leva a bateria a não fornecer corrente suficiente.

Uma falha na bateria também pode ocorrer devido ao disjuntor do carregador estar inoperável, normalmente por causa de uma falha da própria unidade do carregador da bateria ou por conta da fonte de AC ser desconectada por um disjuntor trocado.

Além disso, uma falha na bateria pode acontecer devido a conexões sujas ou soltas. As conexões precisam ser regularmente limpas e apertadas.

Por fim, é recomendável que a substituição das baterias seja realizada a cada três anos para reduzir o risco de falha.

Baixos níveis de refrigeração

Sem o refrigerante do radiador, o motor logo vai superaquecer, o que leva a uma avaria mecânica e falha operacional. Os níveis do líquido refrigerante devem ser verificados regularmente, observando se há poças do refrigerante. A cor do líquido varia dependendo do fabricante, embora o mais comum seja vermelho.

Os núcleos do radiador conectado internamente também podem levar ao baixo nível do líquido refrigerante. Quando o gerador está funcionando sob carga, os termostatos abrem completamente no momento em que o motor atingir a temperatura ideal, o que significa que o radiador não pode permitir a quantidade adequada de fluxo através do núcleo. Pelo fato do refrigerante ter que ir para algum lugar, ele escapa através da linha de transbordamento. Quando o motor esfria e o termostato fecha, o nível cai e ativa um baixo desligamento do nível de refrigeração para o seu gerador. Isso acontece quando o gerador atingiu a temperatura de funcionamento ideal sob carga. Nesse caso, recomenda-se que você teste seu gerador com um banco de carga externo com carga suficiente para atingir a temperatura necessária para abrir os termostatos.

Mistura ruim de combustível

Muitas vezes o motivo para o seu gerador não iniciar está relacionado com o combustível. Uma mistura ruim de combustível pode ocorrer de diferentes formas:

– Quando o seu combustível sair, o motor recebe ar, mas não combustível;

– A entrada de ar fica entupida, o que significa que há combustível, mas sem ar;

– O sistema de combustível pode estar fornecendo muito ou pouco combustível para a mistura. Como resultado, a combustão não ocorre adequadamente dentro do motor;

– Pode haver impurezas no combustível – água nos tanques -, o que faz com que o combustível não queime. Esse é um caso frequente quando o combustível está parado em um tanque há muito tempo.

Como parte de um serviço de rotina de qualquer grupo gerador no modo standby, uma boa prática é testar o combustível para garantir que ele não provoque uma falha no futuro.

 

Lembre-se que os grupos geradores que são operados com pouca frequência devem passar por testes mensais para evitar o risco de falha. Além disso, realize manutenções periódicas com profissionais qualificados para manter o bom funcionamento do equipamento.

Continue acompanhando o blog da Gruger para mais dicas e informações sobre grupos geradores!